Projeto Solar COMPLETO! Duas Placas de 450w Controlador de 60A MPPT – Dimensionamento Total

Então galera, como vão, hoje vamos trazer para vocês o esquema elétrico completo de um Sistema solar em Brasília bem dimensionado para qualquer um montar, até um amigo leigo poderá fazer através de um sistema de energia solar, isso conexão aqui vai poder montar seu sistema Então não vamos perder tempo e vamos de paz explicação e todos os componentes dimensionamento de todos os componentes desse sistema e no final vc comenta e tira o restante das duvidas mas tudo será dimensionado ai nesse sistema curtindo a aula e ensinando a colar vai pagar fraco like e se inscreva no canal ativando o sininho de notificação é só passar o saldo no final do vídeo vamos ver o sistema vamos lá galera estou trazendo pra vocês aqui um sim é energia solar completa bem explicado vamos trazer o sistema de dimensionamento de todos os itens aqui para você tirar qualquer dúvida e mesmo se tiver alguma dúvida pode perguntar aqui nos comentários como sempre nós aqui da Finalmente, respondemos nossos amigos quem sub inscrito em um sistema do Super Instituto ao mesmo tempo completo para que qualquer pessoa, mesmo um leigo, que venha agora para a energia solar possa montar seu sistema tranquilamente, um sistema de qualidade com poucos

componentes e que atenderá uma boa demanda por lá, vamos comece aqui o estamos usando duas placas de 450 watts que vão ter uma potência tomada e 900 watts no horário de pico e vamos trabalhar nesse sistema aqui com nossas placas associadas em série E aí o que vai acontecer vamos manter a corrente de essas placas e vamos adicionar atenção pois nossas 450 placas temos lá uma atenção veja mpb41. 4 volts coloca 10,87 amperes de corrente máxima de produção vamos colocar ele insere aqui o negativo de um emendado no Positivo do outro, deixando a ponta positiva que vai aqui no Agora no porta-fusível solar e a outra ponta negativa também aqui no nosso porta-fusível solar e vamos somar essa voltagem e quarenta e um vírgula 4 gols por placa que não vai nos dar aqui nesta Associação aqui nesta primavera vamos ter 8 vírgula 8 volts e vamos manter a unidade corrente da placa que é 10,77 amperes no máximo Então aqui no final desse disjuntor aqui essa atenção aqui do disjuntor não do porta fusível só lá vamos ter uma atenção lá de 80 e 2,8 volts tensão máxima de pico vmp e só 10. 87 também então agora vamos escolher nosso porta fusíveis

solar porta fusível solar é muito legal porque funciona com uma corrente variável aceita os possíveis de 23 amperes até o máximo 30 então poderemos colocar fusíveis ao redor 12h ps aí E aí você vai escolher ver o valor comercial pois teremos uma corrente máxima circulando nessa Primavera de 10,77 amperes o grupo cozinhou aí nessa faixa até 12 amperes vai proteger tranquilamente nosso circuito Então você deve procurar um fusível em torno de 12 amps ou bem próximo para proteger nosso circuito para ele decidir esse circuito aqui vai obedecer essa polaridade mais e menos e ele vai entrar aqui no nosso disjuntor DC me atual com tema e esse disjuntor vai ficar aqui em paralelo a um DPS nosso dispositivo juice onde o negativo do PS virá aqui na saída do disjuntor para ficar na saída negativa do disjuntor ele deve ser e a entrada positiva do DPS virá aqui na saída positiva do disjuntor DC , nosso

DPS tem uma conexão aqui que vai para terra tem simbolo Zinho de cana do DPS O terminal que vai para nossa barra de aterramento sobre o sistema de aterramento temos uma classe aqui no canal que já está aqui na placa vai b e alguns posts explicativos durante este video e neste sistema Aqui Escolhemos que esse aterramento das placas fotovoltaicas que podem sofrer descargas atmosféricas terá o único aterramento isolado ali com a haste única Como falei na aula você verá que poderia unificar todos esses aterramentos em uma ou três artes juntos aqui por questões de segurança como já expliquei na época que falei vamos escolher um barramento individual para este sistema aqui para a produção das Placas estou partindo para lá saindo não vamos achar

sai agora qual corrente vamos escolher nosso disjuntor para ser atual com o tema aqui da descida das placas que vem depois do possível sistema de proteção pois já sabemos que essa corrente lá também não passará de 10,77 em pé, embora as placas tem uma corrente de curto-circuito em torno de 11,47 nós também podemos usar disjuntores comerciais na faixa de 12 amperes E aí você tenta adaptar o valor comercial mais próximo Lembrando que t todos eles têm uma tolerância não uma tolerância de trabalho para mais então você pode escolher um disjuntor bem próximo a essa cal Porque nós vamos prestar atenção aqui mas é tomar 82. 8 Mais a corrente máxima que não chega a 11 amperes entrando em nosso controlador de carga aqui. ou ml pro que um controlador aí de

60 amperes e ele aceita uma tensão de entrada aqui no painel de entrada PV libera tensões de até 190 volts então estaremos trabalhando lá com 82 vôos 80 e 2.8 com um gap considerável trabalhando aí uma faixa tranquila com o nosso controlador de 60 amperes sobre a corrente descendente Vamos fazer um cálculo aqui , sim, temos nossos sete lotes em produção e estamos trabalhando sem considerar as perdas . funcionará em um sistema que as baterias Onde fica em série que é o banco de 24 volts de 220 amperes pois temos duas baterias de 220 amperes e o banco permanece apenas 220 amperes porque na sociação em série ou de placas ou baterias temos o soma da tensão e a manutenção da corrente então atenção formará 12 + 12 24 e a corrente do banco continuará sendo 220 amperes hora muito importante dizer isso 220 horas em pé porque você pode ser de Picos em uma bateria como esta com mais de 1000 amperes, mas vai descarregar rapidinho e é que não é a potência, o pico de corrente não é aqui, são 220 amperes que ele pode fornecer em uma hora,

pronto falta aqui nosso banco é 24 volts mas nós e enviar via controlador de carga uma atenção e no mínimo 28 comp 8 volts por algum tempo Para que ocorra a recarga dessas baterias Então vamos dividir aí a potência total das placas que dá 900 dividido por 28,8 volts e teremos um pico de corrente que vai sair aqui wil estarei indo para a saída do controlador que vai para as baterias, passando por um barramento que é opcional mas colocamos aqui em nosso sistema com um barramento vamos conseguir uma produção de 31,25 tampers em 28 volts para carregar nosso banco de baterias agora vamos falar sobre recarregar esse banco veja pessoal ele tem uma corrente mínima de 10 a 20 amperes para carregar para que você possa ter um sistema de carregamento

saudável algumas baterias o fabricante recomenda que você possa usá-las e uma corrente máxima de até 25 por cento mas nós vão funcionar aqui entre dez a vinte por cento se você olhar para 10 por cento deste banco de baterias aqui daria 22 amperes a 28,8 volts mas se você calcular os vinte por cento daria 44 tamperes então nós trabalhamos aqui com a recarga em torno de trinta e um ponto 25 amperes vamos estar trabalhando entre o limite mínimo e máximo lá já muito próximo do máximo com uma corrente razoável para que possamos carregar nossas baterias e há um alto consumo durante t dia vamos falar um pouco agora da nossa afiação afiação aqui geralmente de painéis solares devemos usar um cabo de 6mm o ideal é usar grama solar sim quem pode gastar com grama solar que tem uma resistência maior a mais de 1000 estou vai descer tem mais um especial é mais resistente ao sol mas é mais caro pode funcionar e esse fio funciona com correntes acima de 36 amperes e quem não pode, temos ai o cara fez comum meninas que ele tem um isolamento Aí dependendo da marca em torno de 800 votos ele não tem uma malha de proteção e não é tão resistente ao sol quando faz sol mas funciona aí tranquilamente sem nenhuma perda tudo bem montado tudo certinho pra você trabalhar aqui com 6mm de calor

aqui de as placas para o suporte do fusível do Audi juntas assim das placas Olá todos com 6 mil metros até a entrada do nosso controlador de carga coloca ele Mr pro ou m60 pro novo com Mr aí, agora veja qual a bitola do fio aqui do controlador para o b attery bank esse controlador aceita e fios entre 3mm a menos mais seis é o que recomendamos o mínimo entre spray a 25mm para eles a corrente aqui decidem um fio de 16mm ficaria bem dimensionado pois chegaria lá até 68 amperes como estamos indo funcionar e com picos e 31,25 amperes ainda teria uma folga para futura expansão do sistema produtivo sem comprometer a

montagem para que você possa trabalhar tranquilamente com 6mm tanto do controlador para o barramento quanto do barramento para o banco de baterias e esse mesmo cabo de 16mm pode ser usado no nosso inversor e vou explicar porque porque nesse projeto aqui só colocamos um inversor de 1.500, o óleo geral chegando a 3.000 com o que a gente poderia trabalhar lá com essa corrente aqui de 68 amperes, seria passar facilmente até a produção que precisamos para este inversor vamos fazer um cálculo simples

aqui onde podemos pegar a porta de alimentação do inversor 1500 Watts y a potência nominal se formos usar toda a potência nominal 1500 o óculos d vamos lá E então para 24 volts que seria a tensão mínima do banco de baterias teremos 1500 watts de potência 6 inversor dividido por 24 vôo teremos uma corrente drenada do banco de baterias em torno de 62 Ton 5 amperes que colocamos aqui então um disjuntor de 63 amperes e os cabos de 16mm que facilmente forneceriam 68 amperes deve haver eles não estariam muito perto do limite não vou explicar porque trabalhamos aqui com o inversor nominal de 1500 mas o fabricante recomenda que usemos pelo menos vinte por cento pelo menos continuamente Ou seja, estaríamos trabalhando com os 1.200 lotes, ainda sou real e então terei uma folga muito alta e aí você pode ver se precisa de mais e no pico do que o pico em 3.000 anos , mas todo mundo disjuntor esses carros Ele funciona tranquilamente nessas correntes de pico porque Porque esse pico aqui é muito

rápido ele não chega a segundos às vezes milissegundos que é e odeia junto tem um tempo de atuação e tem uma margem e está dimensionado trabalhar com inteligência h esses picos devemos dimensioná-lo não pela corrente ou pelas tensões de corrente de pico mas sim pela nominal pois esses picos são muito rápidos bem então vamos continuar aqui um segundo aterramento que fizemos aqui fizemos o aterramento do banco de baterias que já será ligado aqui no controlador e outra barra individual Lembrando que uma barra sol poderia ter unificado os aterramentos mas por questões de segurança e a opção Uau, separamos o aterramento por bloco um bloco do painel fotovoltaico outro bloco de bateria do controlador de carga e outro aterramento aqui que você vai ver já na carcaça do inversor vamos me perguntar se eu poderia trabalhar lá com esse é esse inversor de maior potência você pode sim é só que você não precisa necessariamente colocá- lo em cima do seu pequeno aqui você pode dimensionar um inversor maior e futuramente quando vc puder colocar mais baterias e mais placas ai vc vai fazer algumas e gostar do cabeamento que nao investiu ai vou dar um exemplo

universo ai abre o Rótulo de 3000 horas nós usamos aqui já o disjuntor de 100 amperes sem o de 125 amperes e depois explico porque em outro dimensionamento e o cabo de 25 milímetros isso daria certo, mas se você for usar esse aqui, você pode facilmente pegar o caminho de 16 volts que vai subir lá, esses mil e quinhentos, nós temos aqui, mas a saída do nosso inversor já converteu os 24 volts para 110 ou 220 porque eu digo isso porque o sistema aqui você pode trabalhar com alguma atenção se quiser ou 110 127 220 volts porque tudo isso aqui a gente só vai modo e pegando alguma escala da corrente todos os positivos funcionam com essas duas voltagens e aí você vai escolher de acordo com seu equipamento com seu equipamento, ou seja, sua carga que você vai ligar

na sua casa cerveja que o sistema está muito seco qualquer leigo monta uma testemunha disso aqui com calma Vamos lá , aqui está um exemplo de uma tensão de saída em 127 volts Então tem outra aula aqui no canal onde eu falo o dimensionamento deste cir disjuntor para proteger o inversor você não queima o inversor devido a uma sobrecarga usando um cálculo seguro resolvi juntar aqui a saída a ser e como fazemos aqui veja neste caso aqui vamos trabalhar agora com o voltagem 127 volts E se eu tiver esse inversor os fabricantes me pedem para trabalhar com ele então forme com a Tina com margem de vinte por cento Então vou retirar os vídeos por cento de 1.500 aqui, que vai dar 300 , o outro vai ser saiu com 1.200 então eu vou dimensionar esse disjuntor aqui

para 1.200 os óculos porque ele pode funcionar com 1.500 por um tempo, mas também fez funcionar com 1.500 durante mais um disjuntor ele vai até tropeçar protegendo seu inglês porque não é preto para trabalhar de uma forma Confirma com potência máxima então calculamos os 1.200 lotes dividimos em 127 volts e obtemos a corrente de saída ser 19,44 amperes eles e aí você vai jogar aqui um disjuntor lá o valor comercial de 10 amperes você será capaz de trabalhar em algum ponto em potência de pico tanto em 3.000 votos em alguns milissegundos quanto mil e quinhentos nominais por alguns minutos ele vai sim e com segurança se você trabalhar por muito tempo com ele 1500 sua tendência a tropeçar mesmo protegendo seu inversor para que ele não queime facilmente Então por questões de proteção para trabalhar em 110 Volts com essa potência então em até 1.200 lotes colocamos o disjuntor lá para ser 10 amperes para cobrir essa corrente ai de 9,44 amperes em corrente como e veja galera não é classe tailandesa mas esse investidor aqui ele normalmente não tem saída neutra e eles não possuem inversores normalmente essa saída é alternando um lado e neutro f

Oi e depois vamos falar sobre a referência de terra para definir um nêutron padrão mas por enquanto continue observando aqui que eu até coloquei as mesmas cores porque agora já estará prestes a ser fase aqui já coloquei aqui no sistema que vai para nossa automação para neutro EA Diga ao seu para identificar os terminais de entrada deixe ‘ s vai então já temos o dimensionamento aqui do disjuntor E aí fala Tarcísio e a bitola dos fios de saída pra ver galera temos uma corrente e máxima que vamos trabalhar com 10 amperes e que em 127 volts so um fio de 1,5 milímetros podemos trabalhar até – _ _ _ mail e um e-mail você pode escolher sem ter que gastar muito eu gostaria do relé digital dentro do março porque eu coloquei esse relé digital aqui eu poderia trabalhar aqui

com o atraso rele porque para explicar o ar para um leigo que quer montar seu sistema aqui do zero este inversor quando ligamos aqui vai demorar alguns segundos então atenção vale zero volts aqui na saída de 0 volts a 127 KC e isso alimentamos nossos eletrodomésticos com essa atenção com subida não é bom para eletrodomésticos para eletrodomésticos já existe uma aula no canal sobre isso aqui vou até deixar outro Card aqui sobre esse fenômeno Mas voltando, o ideal é atrasarmos Figura esse inversor tensão antes de chegar g essa chave aqui e vá em Automação de eletrodomésticos até estabilizar então podemos usar esse relé aqui chamado alívio digital e aqui também tem uma aula completa sobre configuração e sobre isso aqui que vou deixar também no outro Cartão acima e vai faça essa função de proteção segurando ela lá por alguns segundos que você programa essa atenção é essa até estabilizar e depois que estabilizar vai contar

5 segundos e vai l Iberar essa atenção para nossa automação via ETs switch porque você poderia ter colocado aqui o relé digital um contator uma placa de monitoramento de banco de baterias para fazer automação, sim tranquilamente, mas o switch sozinho tem tudo isso junto não só dispositivo e facilita muito a montagem principalmente para os amigos mais leigos no assunto e depois com um montagem enxuta bem simples Inclusive faz toda essa automação vai ter a saída aqui que vai e no banco de baterias veja positivo aqui do banco em 24 volts vai ter uma pequena entrada aqui de o banco positivo ou negativo vai vir no negativo aqui dos 24 volts e ela vai monitorar essa atenção do banco de baterias pra definir se atenção aqui na saída dela que ela tem saída aqui ela vai estar trabalhando seja com a concessionária ou com um inversor se a voltagem da bateria estiver dentro do que você configurou

ele passará para energia solar quando esta voltagem da bateria estiver mais baixa ele monitorará a atenção aqui ção e vai trocar o ar para a concessionária indicando que sua produção solar já está baixa e suas baterias estão já descarregado E aí ele vai fazer essa automação ultrarrápida através de relés aqui dentro tudo dentro dessa caixa em uma automação completa super rápida em um só aparelho é só aqui que a entrada de energia ou utilidade pública volta a beber vinho aqui para facilitar e tem aqui uma indicação do neutro da fase da concessionária tem aqui a entrada de atenção vindo do inversor do inversor de tensão de energia solar e tem aqui a saída geral onde horas terá energia da concessionária, hora terá energia do inversor do sistema de energia solar e quem dirá que atenção do banco de baterias onde você usuário configurará aqui via comandos digitais atenção que iniciará a transferência e atenção que ele vai transferir novamente para a concessionária quando a voltagem da bateria estiver abaixo do nível que você programou no outro dia ele carregou passou por duas vezes exemplo 28 pontos os quatro vôos subiram passou disso ela chá o que entra em solar energia novamente quem vai fazer todo o trabalho de automação tem essa chave vamos só rever esse sistema com o banco de baterias aí de 24 volts em 220 amperes hora de capacidade de descarga o que seria sem produção solar produção solar acabou você teria uma descarga saudável desse banco entre 20 e 11 amperes por hora o que isso daria você multiplica esses 11 amperes por hora vezes atenção lá do banco em 24 gols você vai ld tem uma possível descarga por aí vamos fazer o cálculo aqui rapidinho é em torno de 24 volts vamos lá para você fazer uma descarga saudável do seu banco de baterias 24 volts 1311 amperes teríamos em torno de 264 votos Por enquanto estamos falando não sair na área já existe produção solar e para não ficar sem sua bateria Seu banco de baterias tem uma vida útil razoável fazendo uma descarga e controlada em função de 264 vários por hora quando a energia parou de produção de energia solar você terá seu bateria durando muito mais durante o dia com a produção

Claro que você estará produzindo 31,25 amperes por hora de pico você terá seu banco lá já carregado Então você poderá usá-lo com produção solar muito mais energia o ponto de descarga a ser controlado durante a noite para que você possa manter seu banco de baterias saudável lá temos outras aulas sobre o assunto no momento estamos aqui trazendo esse pequeno sistema de energia solar para a Lei do Bem Simples aí para os amigos montar na descrição do vídeo como sempre deixamos exatamente todos esses itens aqui com os melhores descontos que o site envia para o canal para os amigos montarem seu sistema solar com sucesso qualquer dúvida ou pedido de baixo dimensionamento deixe nos comentários que nós agora estarei trazendo para vocês essas ilustrações, essas dimensões e depois tentaremos melhorar e com mais animação mas inicialmente vamos focar aqui na explicação

ação para os amigos chegou chegou rápido chegou também um salve hoje ai espero que tenham gostado tenham o dúvidas e me deixe seu pedido de dimensionamento que direi apenas ok anotado e faremos mais dimensionamento neste rascunho para fazer para os amigos do canal Vamos ver quem acelerou e garantiu seu salve rapidamente nosso amigo Messias Santos OAB São José da Tapera em Alagoas garantiu um grande abraço ao amigo nosso amigo Sérgio Ferreira lá entre o Baile São Gonçalo ele beijando ele nosso amigo Gil Célio Lemos Governador Valadares big hu g a todos os amigos nosso amigo Rafael Xavier e para a mulher lá em São Paulo grande abraço obrigado por chegar rápido já tenha seu salve nosso amigo João Gonçalves também chegou lá no canal reserva ele será o sol e nosso amigo Manuel Rei João Pessoa em Paraíba todos garantem o sal lá, nem o brasileiro sabe né

4.8/5 - (270 votes)